Archive for agosto \28\UTC 2010

Entrevistando YairMau.

agosto 28, 2010

Shalom shalom shalom amigos do blog cafecomhebraico, hj nós vamos continuar  nova seção de entrevistas  no blog, hj vamos conversar com Yair Mau , dono de um dos blogs mais importantes na divulgação da musica hebraica no Brasil e isso se não for o único em língua portuguesa  deste tipo.

Com certeza essa entrevista vai inspirar seus estudos diários, assim como o blog dele inspira o meu estudo todo dia.

Antes de qualquer pergunta eu gostaria de agradecer ao nosso amigo Yair Mau por ter aceitado o convite de ser entrevistado .

1: Muito obrigado Yair Mau por esta entrevista o blog cafecomhebraico e nosso leitores agradecem a sua participação.

R: É um prazer ser entrevistado por esse blog!

2: Fale um pouco sobre você como pessoa.

R: Minha vida em poucas frases: Nasci em Israel, e aos 5 anos minha família se mudou a São Paulo. Cresci em SP, estudei, me formei, e aos 22 anos voltei a Israel. Estou em Israel há quase 6 anos, sou casado, e faço doutorado em Física na Universidade Ben-Gurion, em Be’er Sheva.

3: Como você aprendeu hebraico , quais cursos freqüentou ,as estratégias de estudo que usou,e qual foi o motivo que te fez estudar este idioma?

R: Quando cheguei ao Brasil com 5 anos, aprendi português rapidamente, mas infelizmente esqueci todo o hebraico. Estudei até a oitava série em uma escola judaica de São Paulo, mas infelizmente posso dizer que hebraico não era o forte deles… No final do primeiro ano de faculdade (em Física), tranquei a faculdade por um ano e fui para Israel fazer parte de um programa de jovens líderes.

Aí sim aprendi bastante hebraico, a imersão foi total. Me dediquei bastante ao estudo da língua, sempre enchendo o saco dos israelenses a minha volta com perguntas de como se fala isso, como se escreve aquilo. Voltei ao Brasil com uma boa base de conversação.

Com 22 anos me mudei para Israel, e durante os primeiros cinco meses estive em Jerusalém em um “ulpan” (escola de hebraico). Estudávamos hebraico 5 horas por dia, todos os dias. No final desse período eu já conseguia ler jornal sem “pontinhos” (embora lentamente) e a escrita havia melhorado consideravelmente.

Depois disso assisti muita televisão com dicionário do lado, e cada vez que escutava uma palavra nova (no começo o tempo todo, mas cada mês que passava menos e menos) eu logo a procurava. Hoje trabalho e estudo em hebraico, muitas vezes me pego pensando em hebraico e até mesmo nos sonhos .

4:No seu aprendizado de hebraico qual parte você deu mais ênfase? Escutar,falar ou escrever hebraico?

R: Eu gosto bastante de gramática, então sempre me dediquei para entender a estrutura da língua, que é relativamente simples, comparando com outras línguas que conheço. Acho que para aprender o hebraico é preciso se apoiar nesses três pilares – falar, escutar e escrever- , sem deixar um deles de lado.

5: Você já visitou algum pais de língua hebraica?

R: Nasci em Israel e moro lá desde 2005. Não sei da existência de outro país onde se fala hebraico.

6: Como surgiu a idéia de criar um blog sobre musica hebraica?

R: Eu de vez em quando traduzia músicas hebraicas para o português, e isso me ajudava a fixar o significado de uma palavra nova. As músicas foram se acumulando e quando eu tinha umas trinta canções traduzidas resolvi compartilhar isso com outros através do blog. Hoje já são mais de 350, e o número segue aumentando! Gosto bastante de música e creio que quando uma pessoa aprende uma língua nova é importante entender a cultura também. Através da música hebraica moderna é possível entender muitos dos conflitos e particularidades da sociedade israelense.

7: Qual cantor(a) que você mais admira na musica hebraica e porque?

R: Gosto de vários, citarei dois apenas: Arik Einstein e Gidi Gov.

Arik Einstein é certamente o cantor de maior importância de Israel. Ele começou a fazer sucesso nos anos 60, e segue relevante até os dias de hoje. Cresci escutando Arik Einstein em casa, e escutar suas canções me causam nostalgia. Toda casa em Israel tem alguns CDs dele.

Gidi Gov é um cantor de voz rouca e muito bom humor. No início de sua carreira fez parte da banda Kaveret, que fazia canções de sátira (muitas vezes nonsense), depois integrou outras bandas por algum tempo e há anos canta solo. Em 2010 fui em um show dele, talvez um dos melhores que já fui!

8.  Você poderia dar um conselho para aqueles   que estão começando a estudar hebraico.

R: Sejam persistentes! É verdade que o alfabeto hebraico apresenta uma certa barreira inicial, mas a recompensa vale! Uma dica aos leitores: escutem a canção “Cholem Bisfaradit”, de Shlomo Idov. É uma canção de amor à lingua hebraica, escrita pelo cantor que nasceu em Buenos Aires, e que vive em Israel há muitos anos.

9: Novamente agradecemos a sua paciência de responder as nossas perguntas , Ficamos profundamente gratos com sua atenção e desejamos muito sucesso com seu blog.

R: Muito obrigado. Parabéns pelo trabalho desse blog!

Para mais informações sobre o Yair Mau , entre no blog

www.shirimemportugues.blogspot.com

FICAMOS POR AQUI E NOS VEMOS NO PROXIMO POST.

Entrevistando Mariana F. T.

agosto 26, 2010

Shalom shalom shalom amigos do blog cafecomhebraico, hj nós vamos começar uma nova seção no nosso blog, vamos juntos entrevistar professores e alunos de hebraico e com eles aprender formas de aprender esta língua , com certeza a historia de vida destas pessoas vai inspirar seus estudos diários.

hj vamos conversar com uma aluna de hebraico , a senhorita Mariana f.T. que é aluna e esta no segundo semestre de hebraico . Com certeza vamos aprender muita coisa com ela e saber como ela faz para aprender esta língua e como funciona seu estudo diário. Vamos lá então!!

Antes de qualquer pergunta eu gostaria de agradecer a senhorita  Mariana por ter aceitado o convite de ser entrevistada, é um grande prazer compartilhar experiências de aprendizado com você .

1: Muito obrigado Mariana por esta entrevista, o blog cafecomhebraico e nossos leitores agradecem a sua participação.

R: Eu é que fico agradecida e feliz por poder ajudá-los.

2: Fale um pouco sobre você como pessoa.

R: Bom, sou uma pessoa bastante interessada no estudo de línguas. Na verdade, só há pouco tempo pude me dedicar realmente a esse meu gosto. Estudo Letras (4º ano), com habilitação em Português e Espanhol.

3: Como você estuda hebraico , quais cursos freqüenta ,as estratégias de estudo que usa,e qual foi o motivo que te fez estudar este idioma?

R: Estudo hebraico na universidade. Quando passei no vestibular, eu queria muito escolher o Hebraico como habilitação, mas o curso era (e é) noturno, daí minha mãe não permitiu porque achava perigoso eu voltar sozinha… Daí, escolhi o espanhol.

Mas o tempo passou e acabei convencendo minha mãe de que estudar à noite seria melhor para mim. Daí, iniciei o curso, porém cursando as disciplinas como optativas. Além do curso de Língua Hebraica II, também me matriculei em Hebraico Bíblico I e Introdução às Línguas Semíticas. Já concluí também o curso de Conceitos da Bíblia Hebraica I (Pentateuco) e II (Profecias).

Minha maior motivação em estudar essa língua belíssima foi o interesse que tenho na Bíblia, sou cristã. Acho que faz muita diferença ler os textos em sua língua original. Como dizem alguns, a tradução muitas vezes é uma traição. Não dá para confiar completamente no que lemos nas versões em português.

Quanto às minhas estratégias de estudo, costumo sempre revisar em casa tudo aquilo que vi na classe. Considero importantíssimo o aprendizado dos verbos. Por isso, em casa, pego um caderno e conjugo várias vezes, como na época em que conjugava em português na escola. Outra estratégia legal é tentar formar frases, assim o estudante melhora sua ortografia e vocabulário.

4:No seu aprendizado de hebraico qual parte você da  mais ênfase? Escutar,falar ou escrever hebraico?e Porque?

R: Certamente, minha maior ênfase é na leitura, devido ao meu interesse na Bíblia, como eu já disse. Isso não significa que eu não valorize a pronúncia ou a escrita. É preciso saber bem essas duas coisas para poder realizar uma leitura de qualidade.

5: Você já visitou algum pais de língua hebraica? Se não visitou , você Tem vontade de visitar em algum dia ?

R: Infelizmente não visitei, mas tenho muita vontade sim! Irei em minha primeira oportunidade!

6: Você  tem encontrado alguma dificuldade no seu aprendizado?,se sim quais são essas dificuldades?

R: Minha maior dificuldade é realizar a leitura sem os diacríticos. A Bíblia sempre vem com as vogais, mas no Hebraico moderno só se escreve com consoantes. Mas isso é só uma questão de conhecer a palavra (e praticar bastante). O Hebraico é uma língua muito simples. As pessoas acham graça quando digo isso. Trata-se de um idioma muito mais simples do que o português, o inglês, o espanhol… Possui muito menos regras. Quem consegue aprender o português normativo (das gramáticas) não pode ter dificuldades com o hebraico.

7: Você conhece algum site que gostaria de nos indicar, ou livros para aprender melhor o idioma?

R: Olha, para quem quer aprender sozinho, tem um site de aprendizado autodidata de línguas, o Livemocha. Para mim, não deu certo, mas conheço pessoas que se identificaram bastante com esse site. Quanto a livros, é difícil encontrá-los em português. Conheço um muito bom, não é o que uso na universidade, mas comprei e pratico bastante em casa. Foi elaborado pela professora Rifka Berezin e se chama Iniciação Ao Hebraico , nos volumes I e II. Ele é ótimo para se estudar sozinho, só fica devendo na pronúncia.

8.  Você poderia dar um conselho para aqueles que estão começando a estudar hebraico.

R: Tenho uma dica essencial para o aprendizado: antes de se preocupar com o vocabulário, pratique bastante o reconhecimento das letras, tanto a cursiva com a de imprensa. Por quê? Porque o estudante tem o costume de fazer a transliteração do hebraico para o português. Comecei fazendo isso e o professor chamou a atenção, recomendando fazer a leitura com as letras hebraicas, sem transcrever para as letras ocidentais, entende? Se você translitera, ficará viciado e nunca conseguirá ler nada em hebraico sem antes imaginar seu equivalente na letra ocidental. Assim, o processo de leitura e aprendizado fica muito, muito, muito mais lento.

9: Como você conheceu o nosso blog ? gostaria de dar alguma sugestão para melhorá-lo ?

R: Vi um tópico em uma comunidade do Orkut. O blog é realmente muito bom, não sei o que sugerir para melhorá-lo.  Parabéns!

10: Novamente agradecemos a sua paciência de responder as nossas perguntas , Ficamos profundamente gratos com sua atenção e desejamos muito sucesso com seu estudo.

R: Sucesso para todos os estudantes autodidatas, e parabéns pelo tempo que dedica ao assunto no site.

Para mais informações da Mariana http://marianaft.wordpress.com/

FICAMOS POR AQUI E NOS VEMOS NO PROXIMO POST

American idol Israelense!!

agosto 21, 2010

Não não não, vc não leu errado no titulo deste post hehe, realmente existe uma versão hebraica deste programa de TV .
American idol, ou em portugues conhecido como Idolos,é uma competição de calouros que teve sua primeira temporada em junho de 2002.
O programa, que faz parte das séries Idol, foi originado da versão britânica, Pop Idol, uma competição feita para determinar o melhor cantor na competição.
este é o programa musical com a maior publicidade nos Estados Unidos. O formato tem como parte 4 juízes que criticam a performance dos candidatos para facilitar o voto do público.
a versão hebraica se chama Kochav Nolad (כוכב נולד) literalmente nascido estrela, para quem gosta de musica e de ver algumas pessoas engraçadas tentando cantar essa é uma boa opção para assistir e se divertir ao mesmo tempo.
Você pode encontrar vários vídeos no youtube, Mas abaixo eu escolhi 3 para vc dar uma breve olhada. Abraços e nos vemos no próximo post!!